A ação é fruto de assinatura de acordo de cooperação por Daniella Abud, doutura de Gestão Sustentável / Divulgação

Dando continuidade às ações referentes ao Mês do Meio Ambiente, o Comitê de Responsabilidade Social da Alece, por meio da Célula de Sustentabilidade e Gestão Ambiental, promove, nesta segunda-feira, 12, a partir das 9h, no auditório Murilo Aguiar, a oficina “Gestão Pública Sustentável: Elaboração de Plano de Logística Sustentável (PLS)”, oferecida pelo Interlegis à Assembleia Legislativa do Ceará. 

A oficina será ministrada por Danielle Abud, doutora em Gestão Sustentável, e será destinada a gestores públicos, prefeitos e vereadores.

A ação é fruto de assinatura de acordo de cooperação entre a Assembleia Legislativa e a Rede do Legislativo (Senado Federal, Tribunal de Contas da União e Câmara Federal).

A gestão pública sustentável é uma abordagem que busca conciliar o desenvolvimento econômico e social com a preservação do meio ambiente e o uso responsável dos recursos naturais. 

Nesse contexto, a implementação de um plano de logística sustentável (PLS) desempenha um papel fundamental. Um PLS consiste em um conjunto de ações e diretrizes que visam otimizar o consumo de recursos, reduzir o desperdício e minimizar os impactos ambientais decorrentes das atividades da administração pública. Ao implementar um PLS, os gestores públicos podem promover uma série de benefícios na cadeia social.

A adoção de práticas sustentáveis na gestão pública contribui para a preservação ambiental, o que é essencial para garantir a qualidade de vida das gerações futuras. A redução do consumo de água, energia e materiais, bem como o descarte adequado de resíduos, são medidas que promovem a sustentabilidade e a conservação dos recursos naturais.

Além disso, a implementação de um PLS também traz vantagens econômicas. A redução do consumo de recursos resulta em economia de custos, uma vez que os gastos com água, energia e materiais são minimizados. Os recursos economizados podem ser direcionados para investimentos em áreas prioritárias, como saúde, educação e infraestrutura.

Outro aspecto relevante é o fortalecimento da imagem da administração pública perante a sociedade. Ao adotar práticas sustentáveis, os gestores demonstram responsabilidade e compromisso com o desenvolvimento sustentável, ganhando a confiança e o apoio dos cidadãos.

A oficina oferecida pelo Interlegis vai proporcionar aos gestores, prefeitos e vereadores do Ceará o conhecimento e as ferramentas necessárias para elaborar e implementar um plano de logística sustentável eficiente. Essa capacitação contribui para a promoção de uma gestão pública mais responsável, eficiente e alinhada com os princípios da sustentabilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *