Valor dos imóveis que podem ser financiados é corrigido / Divulgação

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (CCFGTS) decidiu, nesta terça-feira, 20, em Brasília, aumentar o subsídio para unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) e reduzir a taxa de juros para famílias de baixa renda nas faixas 1 e 2 do programa.

Também hoje, o conselho decidiu pela correção no valor dos imóveis que podem ser financiados pelo MCMV. 

Assim, o subsídio para famílias de baixa renda com renda mensal de até 2.640 faixa 1 e até 4,4 mil faixa 2, passou de 47 mil para até 55 mil.

O subsídio é uma espécie de desconto e é aplicado conforme a renda da família e a localização do imóvel.

Com a alteração, o teto dos imóveis para as faixas 1 e 2 do programa será de 264 mil para os municípios com população de 750 mil habitantes ou mais; 

Ainda, 250 mil para as cidades com população entre 300 mil e 750 mil habitantes; 230 mil para os que têm população entre 100 mil e 300 mil habitantes; e 200 mil para cidades com população inferior a 100 mil habitantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *