O objetivo da oficina foi tornar o planejamento coletivo, para que as necessidades de cada pessoa seja atendida / Divulgação

Equipes da Secretaria dos Direitos Humanos (Sedih) participaram de uma oficina para discutir políticas de atenção à pessoa idosa e à pessoa com deficiência. 

Os dois temas transversais foram abordados com foco nos resultados almejados de 2024 a 2027, em momento conduzido pela Coordenação de Planejamento e Gestão para Resultados da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag).

O objetivo da oficina, realizada na sexta, 2, foi tornar o planejamento coletivo, de modo que a política seja conduzida por quem trabalha diariamente com ela. Dessa forma, as necessidades de cada uma são identificadas no início do processo e as ações implementadas são direcionadas e específicas.

A Secretária Executiva de Planejamento e Gestão Interna, Ana Aragão, destaca a atuação da oficina.

“O trabalho que iniciamos nesta oficina irá nortear as duas políticas nos próximos quatro anos. A parceria com a Seplag foi essencial para garantir que esse momento fosse conduzido da melhor forma, possibilitando que todos participassem ativamente da discussão. O planejamento feito de forma coletiva nos dá muito mais possibilidades”, afirmou Ana 

Com participação de equipe multidisciplinar, dos diversos setores da Secretaria dos Direitos Humanos, foi possível identificar as áreas de interesse das políticas de atenção à pessoa idosa e à pessoa com deficiência. 

Com foco na melhoria de vida da população, também foram mapeados indicadores que possibilitarão o monitoramento e a avaliação dos resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *